Eu Professor

Tenho observado que meu Eu Professor tem se destacado sobre meu Eu Atleta, Eu Sambista ou meu Eu Qualquer Outra Faceta; tenho me identificado e sido identificado cada vez mais como Professor Artur, ou, como já ouvi, "Artur da Educação", quando um amigo assim me adjetivou. Porém, os meus Eu's se relacionam, se influenciam, se produzem e também são produzidos pelo complexo contexto da minha vida, no tempo e no espaço. Por isso não há como dissociar estas facetas, visto que sou produto delas.

Este Eu Professor tem começo meio e fim. Se pensarmos no começo, há vários fatores que me levaram a ser professor. Eles vão sendo identificados e justificados com o passar do tempo, conforme paro para entender os porquês de escolher e abrir as portas que tenho encontrado em meu destino. Fatores estes que, acredito, todos aqueles que escolheram ser professor têm em comum: desde as utopias do tipo tornar o mundo um lugar feliz e justo, até afinidades que temos com a prática pedagógica.

Assim me aprofundo na carreira docente, a caminho de completar o 4º ano de professor: estimulado e reflexivo. Já consigo entender cada passo que dei e que formou a minha trajetória até aqui. Nesta nova etapa, o meio, analiso meus objetivos como professor, aos quais pretendo apresentar em postagens no blog, um por um. A começar pelo desejo que tenho de reconstruir minha caminhada, porém sob novos passos, com outros pés, de outras pessoas. Na prática, faço isto estimulando meus alunos a serem professores.

Quais, como e quando serão as próximas reflexões do meu Eu Professor, o tempo dirá, mas, enquanto não chegam, reflito sobre e recrio a cada aula a minha prática, não me acomodando dentro do sistema e não me desestimulando com a carreira, com a vida, com este meu Eu que se sobressai aos outros...

2 comentários:

Márcia Viegas disse...

Que sor mais mor!

VANDERLENE OLIVEIRA SILVA disse...

adorei a foto das Cataratas, também tirei essa foto